sábado, 14 de março de 2015

Último dia de CAJ 2015

2 comentários

Enrolei um tiquinho para fazer esse post, com certo pesar, admito :)
E é até legal ler aqui depois de ler o post do primeiro dia do CAJ e reparar se há alguma mudança no discurso.

Enfim, o Curso Abril de Jornalismo chega ao fim! Depois de 45 ininterruptos dias, finalmente chegamos ao fatídico 11 de Março. Confesso que meu jantar nesse dia foi um pouco salgado. Senti como aquela última refeição à qual os presidiários têm direito antes da injeção letal, e nem a sobremesa foi o suficiente para afastar a melancolia que eu sentia.

Hahaha, mas sem drama!

Os eventos oficiais do dia começaram às 19h. Fomos levados de volta ao auditório, onde tudo começou, para a apresentação final.


Algumas palavras de apresentação foram ditas, os convidados (fontes da revista) chegaram (Supla, MC Brinquedo, MC Bin Laden e Deena Love), as revistas impressas distribuidas e todos nos acomodamos.


Foi 1 hora de apresentação ao todo, com retrospectiva, making of, apresentação da revista, vídeos de montão etc.

Para logo depois sermos enviados para o primeiro andar do prédio, onde uma grande festa nos esperava! \o/ Eu já estava derretendo de sono, então fiquei mais do lado de fora, mas foi bom reparar nas pessoas se divertindo tanto, depois de todos esses dias de trabalho intenso.


Nessa festa houve a entrega do CAJ AWARDS, e eu levei o prêmio de fofura! Hahaha fiquei felizona ao ganhar, mas admito que não esperava.


Depois da festa foi hora de me despedir. :(
Segurei bastante as lágrimas que me subiram aos olhos, mas fui forte e resisti! (mentira, depois de ir embora eu me deixei chorar um pouco pra desafogar .)

E... é isso.
A revista, para os que ainda não viram pelo flood do Facebook. Sobre os quadrinhos, postarei depois a respeito do processo de construção dele! :D

E o site. Só clicar.

Não tenho muito mais o que escrever a respeito. O curso foi maravilhoso. Aprendi muito, principalmente sobre mim mesma, nesses 45 dias longe de casa, dentro da Editora Abril, trabalhando intensamente todos os dias. A impressão que tenho é que valeu mais que os 4 anos em que fiquei na faculdade. Mas seria uma injustiça comparar a prática à teoria quando já tinha, em parte, a segunda.

Vou deixar aqui o post que fiz no Instagram no meu último dia, acho que ele resume melhor a sensação toda :)

Eu nunca gostei muito dessas coisas sentimentais. Nunca gostei de chorar, nem que me vissem chorando. Mas acho que hoje eu posso, pelo menos um pouquinho, em segredo. Dói bastante deixar para trás a redação assim, vazia. Sem ouvir o bom dia alongado do pessoal que sentava mais perto da entrada, o "beleza Laurinha?", nem a oferta de "quer café? Vou buscar." . Não vou entrar mais no banheiro na hora do almoço e esperar na fila enquanto desfrutava de um momentinho da companhia de alguma moça, nem pedir ajuda toda hora para instalarem uma fonte no meu computador. É meio ruim saber que não sentarei mais naquele sofażão e conversar sobre qualquer coisa, nem passar um tempo ouvindo os planos de futuro de cada um. Não vou mais comer daquelas sobremesas maravilhosas, nem ouvir música terrível tocar enquanto tento me concentrar. Não vou mais respirar fundo e desejar que cada um tenha o seu sonho, quase sempre confesso, realizado ao fim de 45 dias. Boa parte já o tem. E acho que eu também. Foram os melhores 45 dias juntos de tanta gente que eu aprendi a amar demais. 45 dias que me transformaram em uma pessoa muito melhor. 45 dias que me ensinaram o que eu quero, de verdade, para o meu futuro. É uma pena ver a redação assim, mas sei que cada cadeirinha vazia foi há pouco ocupada por alguém de talento e capacidade exacerbantes . Obrigada a todos que fizeram desses dias memoráveis. <3 #caj #caj2015 #cursoabrildejornalismo
Uma foto publicada por Laz (@lazhiral) em

2 comentários :